Nerd Proud

 

 

 

 

 

 

 


 

ME DESCOBRI NERD
Há pouco tempo realizei que sou e fui um nerd de nascença… OhhhHhh!

 

Não um nerd da TV que costuma exacerbar alguns estigmas como postura errada, dificuldade de se expressar e sem tato social.
Talvez um “nerd com benefícios”, um “Nerd descolado”(?!?).
Não fui necessariamente “popular” na escola, mas consegui nadar naquele mar revolto com razoável desenvoltura. Tive colegas em todas as ‘tribos’ e participava de alguns eventos sociais, mas amizade MESMO, por alguma razão, somente com os “socialmente confrontados”.

EM TERRA DE CEGO QUEM TEM OLHO É REI
Na faculdade de engenharia, onde nerd dá na canela, me senti em casa, lá era normal sair 2 da manhã fazendo prova e passar sábados e domingos estudando eletromagnetismo.
Em meio a todo tipo de nerd, geek, freak e colegas que sequer beijaram até então (é mais comum do que você imagina), eu, com minha guitarra e meus cabelos longos, era “O” maluco, um dos poucos normais e essa impressão me comprou mais alguns anos de ilusão.

NERD
Para mim a principal característica de um nerd é a paixão.
O intenso apreço pelas coisas e sentimentos e a coragem de mostrar isso ao mundo o diferem de pessoas superficiais cuja vida é a realidade ministrada numa colher.

PORQUE SOU NERD?
Forçando minha memória, o primeiro registro de comportamento nerd que lembro foi ao assistir “De Volta Para o Futuro” 6 vezes seguidas no mesmo dia. O filme instigou DEMAIS minha imaginação, comecei a formular minhas teorias sobre viagem no tempo e, anos depois, descobri algumas conclusões estavam fundamentalmente corretas, como a teoria da dilatação do tempo adaptada para a mente de uma criança que achou curiosa a escolha da velocidade com a qual o DeLorean tinha que atingir para viajar no tempo (88 Milhas por hora).
Eu enchia o saco do meu pai tempo todo com perguntas a todo momento e ele reagiu da melhor forma possível: comprou livros e enciclopédias para mim e meus irmãos. Lembro com mais carinho da “Coleção – Porque?” e “Enciclopédia da Criança”, fantásticos!
Desde criança questionei convenções onde não conseguia ver sentido. As religiões sempre me intrigaram mais, o que me trouxe problemas na escola e até hoje. Estudei em escola católica (Christus em Fortaleza) e na oitava série comecei a questionar os ensinamentos passados pelo professor de ‘religião’ em contraste com o que o professor de ciências falava. Resultado? fiquei de recuperação em ‘Moral e Cívica”!
Fiquei de recuperação por pensar e ter minhas próprias opiniões? PUTA QUE PARIU!
Na época a ficha não tinha caído,  mas algum tempo depois isso engatilhou minha hostilidade para com o ocorrido …há muito pano para esta manga e deixarei para outro post.
Parafraseando André Dahmer em sua tirinha “Os Malvados”: Evito pensar para não me tornar socialmente perigoso.”
Resumindo, me considero nerd pela paixão axiomática pela música, ciências e fantasia….. além de aos 5 anos achar que imitar Robocop e cambalhotas no pátio atraíam as menininhas.

O BÔNUS DO ÔNUS
Minha sede de aprendizado me trouxe até onde estou, consegui me formar num curso sobrenatural e hoje sou engenheiro bem empregado!
Tenho amigos de verdade que, possivelmente, jamais teria conhecido caso fosse uma pessoa ‘super’ e, ironicamente, me julgo sortudo com as moças, o santo graal dos nerds. Não fui/sou mulherendo nem estou falando em quantidade, mas em sinceridade e intensidade.
Por isso, companheiros, acredito que o ônus de ser um nerd é pequeno e é apenas um meio para um fim onde nem o céu é o limite.

Live long and prosper!
Fatos pitorescos sobre minha pessoa:
– Nunca reprovei ano
– Sou engenheiro formado em engenharia eletrônica
– Trabalho no momento com telecomunicações
– Gosto de computadores, jogos eletrônicos e jogos de tabuleiro
– Durante anos joguei RPG com um grupo que se reunia às 7:30 da manhã TODO domingo
– Geralmente não gosto dos forrós/pagodes/axé aos quais sou apresentado, mas existem raríssimas exceções
– Não sei jogar nem assisto jogos de futebol
E porque sou descolado?
– Não sou, na realidade… essa é a ironia da coisa…. HUE!
– Tenho um blog chamado “NERD DESCOLADO! Na realidade esse joga contra.
\,,/


Anúncios

3 Comentários

  1. Oligofrenia é o cacete! ¬¬
    Nao sou nerd (pelo menos, nem tanto) mas respeito é bom 😛

    mto bom o blog.
    abração! =)

  2. Aidentu pra do flautista! Desde quando flautista não é descolado?

  3. Cara… tu deu um resumo da minah vida ai…

    A unica diferensa é q eu reprovei o 2° ano. (Quando eu conheci os metaleiro) “/

    Música é #pegafácil de meninas ^^
    Um NERD musico é um Nerd feito.

    Muito Bom blog… Indgnado aqui.

    Abraço


Comments RSS TrackBack Identifier URI

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s